17 de nov de 2010

Graffiti Feminista

Neste sábado passado, 14 de novembro de 2010, a GRIF MAÇÃS PODRES fez  uma intervenção feminista de graffiti nos muros da periferia de São Paulo (Jd. Silvio Sampaio/ Jd. Maria Sampaio). A ação se desenvolveu dentro do 3º Encontro Cultural  DAVILA.
A arte e o conceito foram todos desenvolvidos pela Maçã Podre Fernanda Sunega que  expressou a dualidade de ser mulher numa sociedade machista.
Ao mesmo tempo que a personagem estava sentada na posição flor de lótus do ioga, ela segura uma granada e um coquetel molotov pra mostrar que as aparências podem enganar. Pois toda mulher, apesar de qualquer aparência, possui um potencial insurrecional ou revolucionário.
Lógico que isso também é uma metáfora para toda a repressão sofrida pela mulheres. Repressão que limita as nossas condições humanas e não permitem desenvolver nossas potencialidades.
Entre os comentários durante a ação, um rapaz disse o seguinte: "Ela é uma batalhadora". Achamos esta também uma bela interpretação, já que a sociedade é um campo de batalha para todas as mulheres.


Viva a Insurreição Feminista

3 comentários:

Nana Odara disse...

gostaria de convidar a todos para fazermos uma festa em homenagem à Rose no dia 11, dia em que completa 80 anos... não só uma blogagem coletiva, mas uma festa mesmo para essa mulher impossível... seu trabalho ímpar na emancipação da mulher brasileira e também referência para o mundo. Na Editora Vozes iniciou uma verdadeira batalha pela libertação da mulher, ao lado dela, Leonardo Boff lançou também a Teologia da Libertação... Nana Odara

Maçãs Podres disse...

Nara dia 11 de Dezembro?
onde será?

Anônimo disse...

Foi dia 11 de novembro... já passou... mas ainda pode ser feito... afinal Rose será eternamente patrona do nosso feminismo brasileiro...
bjins

gostaria de receber mais informações sobre as exposições, tenho interesse em divulgar e participar...

bjins

nanaodara@hotmail.com

Nana Odara
Blog Mater Mundi